27/07/2008

História das Jornadas Mundiais da Juventude

A Jornada Mundial da Juventude foi instituída por João Paulo II, em 1985, no Ano Internacional da Juventude. São celebrados a cada dois ou três anos, em cidades de continentes diferentes e contam com a presença do Papa e com a participação de jovens do mundo inteiro. Nos anos intermediários, as JMJs sA cada encontro, os jovens se preparam com "Jornadas" de catequeses, orações, Missas, momentos de festa, encontros e cantos, em suas respectivas línguas.A JMJ foi celebrada, pela primeira vez, em Roma, no Domingo de Ramos de 1986. No ano seguinte, em 1987, os jovens foram convocados por JPII a Buenos Aires, na Argentina.Dois anos depois, em 1989, na cidade espanhola de Santiago de Compostela; em 1991, na cidade polonesa de Czestochowa; em 1993, na cidade norte-americana de Denver; em 1995, em Manila, nas Filipinas; em 1997, em Paris, na França. Em 2000, por ocasião do Grande Jubileu a JMJ, realizou-se novamente em Roma; em 2002, em Toronto, no Canadá, o último presidido por JPII; em agosto de 2005, em Colônia, na Alemanha, Bento XVI presidiu a XX JMJ, em memória do falecido Papa JPII.Agora, em 2008, Bento XVI preside a segunda Jornada Mundial de seu Pontificado, na Austrália. Bento XVI é o terceiro Papa que visita a Austrália. O primeiro foi Paulo VI, em 1970; o segundo foi João Paulo II, em 1986 e 1995, ano em que beatificou a primeira australiana, a religiosa Mary Mackillop.

Papa recorda Jornada Mundial da Juventude como novo Pentecostes

O Papa Bento XVI acolheu um numeroso grupo de peregrinos, no pátio interior da residência de Castelgandolfo, nos arredores de Roma, para a tradicional oração do Ângelus. Dedicando sua mensagem de hoje à XXIII Jornada Mundial da Juventude, o Santo Padre declarou conservar "ainda nos olhos e no coração esta extraordinária experiência" em que lhe foi dado "encontrar o rosto jovem da Igreja": "era como um mosaico multicor, formado por rapazes e moças vindas de todas as partes do mundo, reunidos pela única fé em Jesus Cristo". "'Young prilgrims of the world' (Jovens peregrinos do mundo), assim lhes chamavam as pessoas com uma bela expressão que capta a essência destas Jornadas internacionais iniciadas por João Paulo II. De fato, estes Encontros constituem etapas de uma grande peregrinação através do planeta, para manifestar como a fé em Cristo nos torna todos filhos do único Pai que está nos céus, e construtores da civilização do amor", destacou o Papa.E sublinhou que a "característica própria" do encontro de Sidney foi a "tomada de consciência da centralidade do Espírito Santo, protagonista da vida da Igreja e do cristão". E recordou que a Jornada Mundial foi precedida por um longo caminho de preparação, nas Igrejas particulares, tendo como tema a promessa de Cristo ressuscitado: 'Recebereis a força do Espírito Santo, que descerá sobre vós, e ser-me-eis testemunhas'. E em Sidney – recordou ainda o Papa – os jovens ali presentes receberam ao longo de três dias, dos Bispos ali congregados, catequeses nas respectivas línguas: "estas catequeses são momentos de reflexão e de recolhimento indispensáveis para que o acontecimento não fique limitado a uma manifestação externa, mas deixe uma marca profunda nas consciências".O Papa recordou os dois momentos culminantes da Jornada de Sidney: a vigília de sábado à noite, que, segundo ele foi "um coral de invocação do Espírito Santo"; e a grande Celebração Eucarística de domingo, em que ministrou o Sacramento do Crisma a 24 jovens de vários continentes. "Assim, esta Jornada Mundial transformou-se num novo Pentecostes, do qual partiu de novo a missão dos jovens, chamados a ser apóstolos dos seus colegas, como tantos santos e bem-aventurados, em particular o Beato Piergiorgio Frassati (…) Todos os jovens são convidados a seguir o seu exemplo, partilhando a experiência pessoal de Jesus, que transforma a vida dos seus amigos, com a força do Espírito Santo, o Espírito do amor de Deus", finalizou.Bento XVI deve partir nesta segunda-feira, 28, para as montanhas dos Alpes italianos, na localicade de Bressanone, onde iniciará um período de repouso de 15 dias.
(Fonte: Canção Nova noticias.)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget